Changeling e essa metamorfose ambulante…

Apoie a Blacker Lotus, não use Ad Block e acesse os anúncios que lhe interessar!

Salve-salve, jgadores e jogadoras! Hoje voltamos ao bloco Tribos para falar de uma galerinha muito especial que marcou o plano de Lorwyn. Por mais que a aparição desta tribo tenha sido bem camuflada por outras grandes tribos, como goblins, elfos e kithkins, nada tira o seu prestígios. Para quem ainda não sabe de qual tribo estou falando, eu vos apresento a tribo changeling, os metamorfos de Lorwyn!

Na verdade, changeling é uma habilidade, e não um tipo de criatura. Mas como os Metamorfos / Shapeshifters de Lorwyn era tinham sua habilidade de changeling tão marcante, eles passaram a ser nomeados pela comunidade MTG de Changelings! Para quem não conhece, a habilidade changeling faz com que a criatura com este habilidade seja de todos os tipos de criatura sempre. Isso mesmo, é isso que você leu, um changeling será ao mesmo tempo um goblin, elfo, zumbi, rato, ent, lobo, gigante, enfim, T-O-D-O-S os tipos de criatura.

Com esta habilidade, Lorwyn nos presentava com uma tribo mais do que especial. Mas calma, será que os changelings são mesmo uma tribo de Lorwyn? Exista aqueles que dizem que sim e aqueles que negam. Mas quais os argumentos? Pelo que podemos ver no background de Lorwyn, aparentemente os Changelings não possuem uma grande união entre si e buscam se camuflar em outras tribos. Mas ao mesmo tempo vemos um padrão no jogo, e de certa forma, este padrão possui um tipo em comum de criatura e habilidade, podendo sim caracterizar uma tribo. Confuso, não? Mas enfim, se você vê os changelings como tribo, ótimo. Caso contrário, ótimo também, afinal, também faz sentido.

Agora pessoal, sem mais delongas, vamos conferir o top 7 que montei dos Changelings de Lorwyn (Lembrando que começarei da pior até a melhor carta dos changelings):

Agora teremos um vídeo comentado dos Changelings de Lorwyn, mas caso prefira a versão em texto, ignore este vídeo, role para baixo e continue lendo seu artigo…

Top 7: Changeling em Lorwyn

1. Wings of Velis Vel

changeling - Wings of Velis Veil

Em Lorwyn, fomos presenteados com mais um tipo de carta que veio para impulsionar ainda mais o poder de seu Tarmogoyf, o tipo tribal. E com isso, tivemos mágicas instantâneas e feitiços tribais com changeling! Wings of Velis Vel é um destes exemplos. A carta já apareceu em alguns sideboards pela história do Magic, mas tem realmente um bom potencial para selados. Afinal, você transforma qualquer carta pequena do início do jogo em algo grande e que ainda pode ter uma possível interação tribal.

2. Ego Erasure

changeling - Ego Erasure

Ego Erasure foi bem usado em sideboards na sua época pra freiar decks tribais que tinham muito potencial, como era o caso de merfolks, goblins e elfos na época de Lorwyn. Geralmente esta carta surpreendia os decks tribais na declaração de atacantes. Afinal, as criaturas tribais perderiam seus tipos de criaturas e qualquer bônus oferecido por um lord tribal. Essa carta era realmente um terror das tribos de Lorwyn. Infelizmente, a carta nunca mais viu jogo. Afinal, poucos tribais ainda estão em cenários competitivos dos formatos de magic.

 

3. Taurean Mauler

changeling - Taurean Mauler

A carta já foi uma excelente opção para o mid – late game de Burns no formato standard. Quando mais o oponente enrolava o jogo, pior ficava. Infelizmente esta é outra carta que se perdeu com o tempo no magic. O tourão aqui, já era um consagrado “boi” do magic muito antes da aparição de Thragtusk, rapaz que viria a roubar o título de “boi” no magic.

De qualquer forma, a carta é muito forte, principalmente contra decks mais lentos. Pois ele vai crescendo conforme seu oponente for fazendo mágicas.

4. Nameless Inversion

changeling - Nameless Inversion

Se teve algo que os changelings nos presentearam, foi com certeza com ótimas remoções! Afinal, agora temos remoções que contam como goblins, elfos, clérigos, enfim, contam para qualquer tribo que você for pilotar! No caso de Nameless Inversion, ela ainda serve como pump para suas criaturas grandes ou como removal para as criaturas pequenas de seu oponente.

Com uma pequena retrospectiva à Lorwyn, lembremos a incrível sinergia que Haakon, Stromgald Scourge possuía com as remoções changelings. Houve uma época que Frente Fria, a edição de Haakon, Stromgald Scourge jogou ao lado de Lorwyn, e por este curto período de tempo pudemos ver Haakon, Stromgald Scourge conjurar inúmeros Nameless Inversions e Crib Swaps. Sim, existiu um deck baseado nesta sinergia e sim, ele era um terror de qualquer deck aggro, não se tinha muito o que fazer contra um Haakon, Stromgald Scourge na época de Lorwyn. Ainda bem que o deck não fazia nada contra controls, então manteve-se um formato saudável.

O mais incrível desta carta que não podemos esquecer, é que ela é anti-tribo. Isso mesmo, aquele pump que seu elfinho recebia de sua Imperious Perfect, pode esquecer, -3 e sem direito a choro. Esse é o poder de Nameless Inversion!

5. Crib Swap

changeling - Crib Swap

Outra ótima ferramenta de remoção dos metamorfos de Lorwyn. Crib Swap era uma forma definitiva de remoção, afinal, ele cortava um mal pela raiz. Acabando com reanimações de criatura, regeneração, etc… Tudo isso e ela apenas deixava uma ficha de de metamorfo com changeling em jogo em troca da criatura removida. O mais divertido (ou não, depende sempre do ponto de vista), era ver a cara de receio que a mãe kithkin faz ao ver seu novo filho metamorfo. Será que este é mesmo meu filho? Parece muito que ela está receosa quanto ao filho no berço.

Mas de qualquer forma, a carta foi um terror ao lado de Haakon, Stromgald Scourge, assim com foi Nameless Inversion. A diferença é que Crib Swap consegui resolver quase todos os problemas de Lowyn, apenas proteção ao branco barrava a carta!

6. Chameleon Colossus

changeling - Chameleon Colossus

Este amontoado de metamorfos um dia foi consagrado como o Tarmogoyf do standard! Tá, exagerei um pouco, mas ele foi a bomba verde que ficou logo que o bloco de Espiral Temporal caiu. Este rapaz jogou demais em decks BG, MonoG e Jund na época que foi standard. A cor preta, era uma cor muito explorada e que facilmente dominava o formato. Afinal, o UB Faeries era a máquina do momento. Sem falar as melhores remoções, que eram pretas, vide Nameless Inversion citado acima e Shriekmaw, por exemplo.

Com isso tudo, esta criatura consistente que tinha alto poder de fogo para late game, celebrou muito seu impacto no standard da época. Mas sem sombra de dúvidas, sua proteção ao preto foi o grande responsável por isso. Hoje infelizmente sua fama se perdeu, afinal em formatos que ele jogaria, como Modern, não existe uma presença tão massiva da cor preta. Está tudo meio equilibrado e existem cartas melhores para a cor verde, não é mesmo? Thrun, the Last Troll, Tarmogoyf, etc…

7. Mirror Entity

changeling - Mirror Entity

Agora sim, essa é uma clássica bomba para White Weenies! o monowhite kithkins da época de Lorwyn jogou muito no meta. Por incrível que pareça, essa foi uma época favorável para as tribos! Tínhamos merfolks, kithkins e fadas como tiers 1 do formato. Era uma coisa linda de se ver, ainda mais se você for uma amante de tribos.

Felizmente, este metamorfo vê jogo ainda hoje, principalmente no commander. De tempos em tempos ele aparece em algumas listas baseadas em criaturas por ai. E ele consegue finalizar jogos de uma forma incrível! Marath, Will of the Wild que o diga, com muita mana e criaturas ele vai longe. O melhor de tudo, é que ele só altera o poder e resistência base das criaturas. Ou seja, elas continuam com bônus de marcadores, efeitos estáticos, suas habilidades e muito mais que estiver rolando em jogo.

Bom, jogadores e jogadoras, este foi o tribos de hoje. Uma homenagem especial para os changelings de Lorwyn! Caso você tenha alguma sugestão de tribo para nosso próximo post, não deixe de recomendar nos comentários!

Quer conhecer T-O-D-O-S os changelings de Lorwyn? Então clique aqui par ver uma lista completa deles.

Até a próxima.

Henrique Amaral

Idealizador e criador da Balcker Lotus, fissurado em games desde criança quando ganhou seu primeiro vídeo game, um Master System!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *