[Artigo] Kithkins e sua tribo!

Apoie a Blacker Lotus, não use Ad Block e acesse os anúncios que lhe interessar!

capa kithkins

Olá jogadores, hoje volto com um pouco do flavor de magic para vocês. E ainda trago uma nova seção, nesta seção trataremos as tribos de magic separadamente em cada artigo, trazendo seus feitos na história do jogo e tentaremos ainda falar um pouco mais sobre as características de cada tribo.

E a tribo que dará início a esta seção, é a tribos dos Kithkins:

fisionomia kithkins

Introdução e os Kithkins de Dominaria

Os Kithkins são criaturas humanóides, criaturas semelhantes aos elfos, mas tem uma estatura bem reduzida, podem ser até menores que os Anões. Era uma tribo que costumava viver em Amrou Haven. Esta terra natal dos Kithkins esta localizada em Dominaria, mas a sua localização exata é desconhecida. Amrou foi destruída no apocalipse e alguns Kithkins foram dispersados pelas estepes salgadas após a invasão de Dominaria. Alguns Kithkins se rebelaram e quiseram buscar seu lar de volta. Mas depois disto, nenhuma outra história foi contada sobre o que teria acontecido aos Kithkins de Dominaria.

Os Kithkins de Dominaria se assemelham muito mais aos humanos do que aos elfos ou anões. Eles possuem uma média aproximada 1,5 metros em sua maioria, apresentando cabelos castanhos, narizes grandes e pés cobertos por um pelo claro. Os Kithkins têm grande ênfase em sua comunidade, são extremamente cooperativos em batalha e são conhecidos pela sua franqueza e simplicidade.

amrou kithkins

Amrou Scout – Ilustração: Quinton Hoover.

Nas cartas de Magic: The Gathering, os Kithkins apareceram praticamente no bloco de Lorwyn, mas antes disto, em outras edições já existiram cartas fazendo referência aos Kithkins, como é o caso da carta Kithkin Armor. Ainda tivemos uma referência aos Kithkins de Amrou na carta Amrou Kithkin, o flavour text (texto da carta) era tão fidedigno ao biótipo da raça, que o texto dizia que criaturas grandes (poder maior que 2) não poderiam bloqueá-la, talvez pelo fato dela ser pequena e passar por entre as pernas de grandes criaturas.

Kithkins de Espiral Temporal

No bloco de Espiral Temporal, pudemos ver alguns dos Kithkins de Amrou e até mesmo alguns Kithkins que apareceriam no futuro.

No bloco de Espiral Temporal, tivemos os seguintes kithkins de Amrou:

No flavour destas duas cartas é perceptível a referências a Kithkins em busca de seus conterrâneos ou de resgatar Amrou. Temos assim, um lapso na história que comprova que ainda existem sobreviventes da catástrofe que dispersou os kithkins de Amrou.

E no bloco de Visões do Futuro tivemos a aparição de alguns Kithkins que provavelmente apareceriam / aparecerão em edições futuras:

Kithkins de Lorwyn

Então esta tribo reaparece em Lorwyn, praticamente como coadjuvantes do cenário central deste plano. Pouco se falou sobre a tribo, pouco foi revelado sobre eles e muito menos se falou sobre o que teria acontecido em Amrou. Enfim, o que sabemos dos Kithkins são sobre sua estatura, que estes possuem uma limitada habilidade mágica, incluindo a habilidade de usar pequenas criaturas como mensageiros e ainda podem encantar armas com alguns elementos mágicos. Comparado com os kithkins de Dominaria, os de Lorwyn possuem uma estatura menor, com corpos robustos e membros grossos. Seus rostos são arredondados, semelhante a uma abóbora e eles são bem caricatos.

Algo que realmente diferencia os Kithkins de Lorwyn dos de Amrou, são a sua trama-mental. Uma habilidade intrigante que funciona quase como um Hive Mind (união de pensamentos), mas esta habilidade será mais aprofundada ao decorrer do texto. Os kithkin de Lorwyn são pacíficos fazendeiros, mas se tornam poderosos guerreiros se necessário.

war-peace kithkins

Além da trama-mental e seu espírito de comunidade, os kithkins têm outras peculiaridades. Eles são grandes construtores e alquimistas, usando sua habilidade e magia para a construção de armas, armaduras, arcos, armadilhas, equipamentos agrícolas, poções, bombas, veículos aéreos orientados por balões, entre outros.

Os kithkins de Lorwyn são um tanto quanto supersticiosos e tudo sobre sua cultura e história pode ser encontrado no livro de Kith e Kin.

book kithkinsO Livro de Kith e Kin é um livro muito adorado pelas crianças kithkin e é escrito por seus anciões. Este livro é uma espécie de almanaque dos kithkins, contendo pequenas fábulas, dicas úteis, lendas, superstições e até mesmo cenas da história dos kithkins. E lógico, tudo isso escrito pelos kithkins e para os kithkins. Caso seu inglês esteja apurado, clique na imagem do livro aqui ao lado e vá ao site da Wizards, onde ao clicar na mesma imagem do livro de Kith e Kin, você pode ir lendo trechos do próprio livro.

Os kithkins também criam uma espécie de cabra / bode que são chamados de Springjack, estes animais além de fornecerem lã e carne aos kithkins, servem de montaria para os soldados e cavaleiros kithkins.

knight kithkins

Kinsbaile Cavalier – Ilustração: Wayne Reynolds.

Devido sua superstição, os kithkins comemoram algumas datas consideradas importantes, como a grande aurora (que será citada mais abaixo) e a Lammastide, um feriado que envolve dança com fitas cerimoniais. A dança foi elaborada pelos kithkins, servindo para aumentar e solidificar os laços da trama-mental.

Trama-Mental

A trama-mental (do inglês thoughtweft) é, como já foi citado acima, uma espécie de união de pensamentos. Mas não apenas uma habilidade psíquica de leitura mental. A trama-mental tem a capacidade de sentir as emoções e pensamentos de outros kithkins (sim, a trama-mental só funciona com e para outros kithkins). Logo, a trama-mental não cria um Hive Mind  (união de pensamentos), como foi dito acima. Os kithkins não usam a trama-mental para espionar a mente de seus companheiros, mas sim para entender como eles se sentem e ver profundamente a alma de outro kithkin. Mas o kithkins ainda são individuais e podem “esconder” sua mente de outros kithkins. Mas o estado natural dos kithkins é utilizar essa união mental para manter suas comunidades unidas.

trama mental kithkins

Thoughtweft Gambit – Ilustração: Steve Prescott.

A trama-mental pode ser interessante ainda em combate, sabendo de algum aliado está em perigo ou se necessita de auxílio. Fazendo da cooperação em batalha dos kithkins seu ponto forte e de grande ameaça aos inimigos.

Sociedade Kithkin de Lorwyn

As sociedades kithkins de Lorwyn se baseiam em pequenas aldeias e cidades inter-relacionadas (trama-mental), este conjundos de aldeias é chamado de “Clachan” (vide Rustic Clachan) e os líderes destes clachans são chamando de Cenn (uma espécie de prefeito). Alguns clachans de Lorwyn são conhecidos, dentre eles temos:

  • Kinsbaile – Cenn: Gaddock Teeg
  • Burrenton – Cenn: Deagan
  • Goldmeadow – Por ser um clachan pequeno, aparentemente não possui um Cenn.
  • Cloverdell – Cenn: Desconhecido

Kinsbaile

Kinsbaile foi o maior clachan de Lorwyn, governado pelo Cenn Gaddock Teeg e seu heroína e guardiã, a arqueira Brigid Baele. Kinsbale é famosa por sediar a celebração da aurora todo ano, onde várias criaturas vinham de todos os lugares de Lorwyn para se unir e partilhar suas histórias. A presença do ancião Ent Colfenor fez com que Kinsbaile se tornasse um ponto de encontro para os elfos de Folha D’Ouro, que caçavam Rhys, pupilo de Colfenor e daen (nome dado a um comandante de um bando de elfos) dos Folha D’Ouro.

Kinsbaile Balloonist kithkins

Kinsbaile Balloonist – Ilustração: Zoltan Boros & Gabor Szikszai.

Os Folha D’Ouro, liderados por Nath e pelo daen Gryffid ocuparam Kinsbaile para aguardar o traidor, neste meio tempo, eles planejavam torturar os kithkins por esconder Rhys. Kinsbaile se safou deste conflito quando Rhys matou Nath, fazendo com que os elfos parassem de persegui-lo e abondassem Kinsbaile. Infelizmente, Kinsbale sofreu vários danos e teve boa parte de suas construções queimadas por Ashling, depois disso, Kinsbaile continuou tentando se reerguer e restaurar o grande clachan que foi um dia.

Burrenton

Pouco se sabe sobre Burrenton, apenas que é um clachan de ferreiros e que seu Cenn chama-se Deagan (outra fonte que quase nada é conhecido).

burreton kithkins

Burrenton Forge-Tender – Ilustração: Chuck Lukacs.

Goldmeadow

Goldmeadow é um dos menores clachans de Lorwyn, suas poucas construções são em sua maioria fazendas. Mas para cada agricultor ou pastor existe um soldado sendo treinado para a milícia (vide Militia’s Pride). Como Goldmeadow é um pequeno clachan, diferente de Burrenton ou Kinsbaile, este aparentemente não possui um Cenn. Mesmo neste pequeno clachan existe a trama-mental.

Kithkins Farms

Cloverdell

Sobre Cloverdell quase nada se sabe, nem sobre seu Cenn. Sabe-se apenas que é um clachan tão grande quanto Burrenton, mas que não é tão grande quanto Kinsbaile.

cloverdell kithkins

Guardian of Cloverdell – Ilustração: Jesper Ejsing.

Kithkins de Pântano Sombrio

Depois da “Grande Aurora”, Lorwyn que antes era sempre dia mudou para Pântano Sombrio, que agora é sempre noite. Tomado pelo caos e pela maldade, praticamente todas as criaturas tiveram suas características alteradas, como foi o caso dos kithkins. Os kithkins de Lorwyn que eram receptivos e acolhedores, agora estão paranoicos e transformaram seus clachans em fortalezas impenetráveis conhecidas como douns, temeroso pelo perigo e maldade que está presente em Pântano Sombrio.

shadowmoor kithkins

Agora os kithkins possuem olhos grandes e brancos ou dourados e sem pupila. Sua trama-mental ainda existe e seu senso de perigo gerado pela trama-mental está deixando cada vez mais tensa a paranoia dos kithkins.  Alguns douns estavam tão paranoicos que seus moradores não deixavam suas casas sozinhos, mesmo com toda a fortificação ao redor destes.

Os kithkins também criaram os espantalhos, então eles foram animados por algo desconhecido em Pântano Sombrio e depois disso, os kithkins perderam o controle destes espantalhos.

espantalhos kithkins

Exemplos de criaturas do tipo espantalho.

É conhecido dois douns de Pântano Sombrio que foram transformados a partir de um clachan:

Kinscaer (antiga Kinsbaile) – Cenn: Donal Alloway

Mistmeadow (antiga Goldmeadow) – Cenn: Molla Welk

Kinscaer

Em Pântano Sombrio Kinsbaile se tornou Kinscaer, depois da grande aurora, Gaddock Teeg morreu de uma causa desconhecida e seu lugar como Cenn foi ocupado por Donal Alloway. O forte foi protegido também pela magia do áugure kithkin, Warree Tarcha. Porém, Ashling, the Extinguisher mata Donal Alloway, mas Warree Tarcha usa sua magia de proteção para teletransportar Ashling, the Extinguisher para o outro lado do mundo. Oona, Queen of the Fae solicitou ajudar aos kithkins contra Ashling, the Extinguisher e Tarcha aceitou. Mas quando Rhys retornou em Kinscaer, ele presenciou toda a população morta, estrangulados pelas vinhas de Oona, Queen of the Fae. A rainhas das fadas havia cometido esta atrocidade apenas para estuda a trama-mental e a magia de Warree Tarcha.

queen kithkins

Beseech the Queen – Ilustração: Jason Chan.

Com a volta do ciclo dia / noite do novo mundo, Kinscaer provavelmente foi repovoada por kithkin de outros douns, tornando-se mais uma vez a capital kithkin.

Mistmeadow

Mistmeadow foi um doun que surgiu em Pântano Sombrio, proveniente do clachan de Goldmeadow. Este doun era liderado pelo Cenn Molla Welk e seu respectivo herói era Jack Chierdagh.

witch kithkins

Mistmeadow Witch – Ilustração: Greg Staples.

Mais tarde, Mistmeadow foi atacado por Ashling, the Extinguisher. Embora o doun fora parcialmente destruída, o dano não foi tão grande graças Brigid Baeli e sua brigada de shapewater (uma espécie de magia que Brigid aprendeu e ensinou para alguns kithkins). Mas Ashling, the Extinguisher foi na realidade retirada do doun pelo sacrifício de Eidren da Folha Seca (Wilt-Leaf), que canalizou magia da floresta através de seu corpo para arremessá-la para longe (isso lembra algo? parece impossível de deter Ashiling, não?). Após o massacre de toda a população Kinscaer por Oona, Mistmeadow poderia ter se tornado a mais nova capital dos kithkin, mas isto é apenas uma suposição.

ash kithkins

Ashling, the Extinguisher – Ilustração: Wayne Reynolds.

O que fica no ar é que Ashling foi uma vilã que praticamente exterminou os kithkins, assim como aconteceu com nossos conterrâneos de Amrou. Estaria esta tribo fada ao caos e destruição? Isso é algo que só o tempo poderá nos dizer ao certo. Pode ser que a tribo se reerga e volte a ser uma civilização pacata e bem estruturada que sempre foi. Enfim, só nos resta esperar a volta dos kithkins…

gaddock kithkins

Gaddock Teeg – Ilustração: Greg Staples.

Deck lists

Por último, vos deixo três deck lists interessantes sobre os kithkins caso tenham interesse em pilotar, as duas primeiras listas são as tradicionais listas que fizeram sucesso na época do Standard do bloco de Lorwyn, uma versão com Mirrorwave e outra sem:

Standard: Kithkin Deck Wins - Lysyc12

Terrenos (22)
Mutavault
14 Plains
Rustic Clachan

Criaturas (27)
Ballyrush Banneret
Cloudgoat Ranger
Goldmeadow Harrier
Goldmeadow Stalwart
Kinsbaile Borderguard
Knight of Meadowgrain
Preeminent Captain
Wizened Cenn

Mágicas (11)
Militia’s Pride
Oblivion Ring
Temporal Isolation
Sideboard (15)
Disenchant
Luminesce
Mana Tithe
Sunlance

Standard: Kithkin Deck Wins - Quang-Dong Nguyen

Terrenos (26)
14 Plains
Mutavault
Windbrisk Heights
Rustic Clachan

Criaturas (27)
Burrenton Forge-Tender
Cloudgoat Ranger
Goldmeadow Stalwart
Knight of Meadowgrain
Wizened Cenn
Thistledown Liege
Mirror Entity
Goldmeadow Harrier

Mágicas (7)
Spectral Procession
Mirrorweave
Sideboard (15)
Ajani Goldmane
Pollen Lullaby
Wispmare
Oversoul of Dusk
Reveillark

E por último temos uma lista que também viu muito jogo no finado Extended (formato que não existe mais) da época:

Extended: Kithkin Deck Wins - Daniel Vigil

Terrenos (25)
13 Plains
Seachrome Coast
Windbrisk Heights
Mystic Gate
Glacial Fortress

Criaturas (25)
Figure of Destiny
Goldmeadow Stalwart
Knight of Meadowgrain
Wizened Cenn
Mirran Crusader
Cloudgoat Ranger
Burrenton Forge-Tender
Ranger of Eos

Mágicas (10)
Spectral Procession
Honor of the Pure
Ajani Goldmane
Sideboard (15)
Burrenton Forge-Tender
Linvala, Keeper of Silence
Demystify
Negate
Path to Exile
Sword of Feast and Famine
Gideon Jura

Bom pessoal, espero que tenha gostado do material e que possam se divertir com todo o flavor desta incrível raça, assim como eu me diverti ao escrever este artigo. Se curtirem a ideia, continuarei lançando as histórias de outras tribos. Se quiserem alguma tribo em especial, é só deixa nos comentários.

Até a próxima.

Henrique Amaral

Idealizador e criador da Balcker Lotus, fissurado em games desde criança quando ganhou seu primeiro vídeo game, um Master System!

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. lucas ferreira disse:

    escreve sobre centauros

  2. geraldojf2007 disse:

    Olá! Ficarei aguardando novas postagens. Muitas cartas observo, devem parear e portanto, serem de Tribos, Edições. Abs…

  3. Fabiano disse:

    Parabéns artigo muito bem escrito e fundamentando.
    Aguardando um próximo artigo sobre Tritões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *