[Artigo] Goblins e sua tribo part I

Apoie a Blacker Lotus, não use Ad Block e acesse os anúncios que lhe interessar!

capa goblins 2

Salve, salve jogadores e jogadoras, tudo tranquilo?

Hoje vou dar continuidade aos artigos das Tribos e venho alegrar-vos com a tribo dos…

Goblins!

 1.0 Introdução e curiosidades quanto aos Goblins

Os goblins são criaturas geralmente com pele verde (mas existem alguns com pele avermelhada, amarelada, enfim, depende da raça do mesmo) que assemelham a duendes, tem estatura mediana, aproximadamente 1 metro (lógico que varia da espécie, muitas conseguem ter mais de 1,5 metros), grande nariz e orelhas pontudas.

Os goblins fazem parte do folclore nórdico, nas lendas eles vivem fazendo brincadeiras de mau gosto, podendo ser equiparados aos trasgos e tardos do folclore português.

Sobre a etimologia do nome desta tribo tão serelepe, temos as seguintes informações:

O termo goblin origina-se do francês antigo “gobelin”, evoluído do latim medieval “gobelinus”, que parece estar relacionado a “cobalus”, do grego κόβαλος (kóbalos): “enganador” ou “desonesto”. Então dá pra entender agora o porquê deste nome, certo? Afinal o que um goblin seria a não ser enganador ou desonesto?

Estas criaturinhas geralmente são associadas ao mal. Sendo tratados como seres assustadores, perversos e brincalhões, estragando comidas e colheitas, destroem construções e vivem incomodando outras tribos. Os goblins estão associados a cor vermelha no Magic e costumam viver em montanhas e em vilarejos no subsolo. São conhecidos pelo baixo intelecto, embora existam raras exceções, como Slobad de Mirrodin, Squee (vigia do navio Bons Ventos) e os duendes Kyren (nativos de Mercádia):

Estas criaturas estão presentes por quase todos os lugares do multiverso, aparentemente os únicos planos que não foram vistos goblins, são Ulgrotha, Innistrad e Theros. Algo bem engraçado, pois Innistrad e Theros são blocos bem recentes, será que alguns dos leitores se atentaram ao sumiço desta criaturinhas nestes blocos? Os goblins tiveram sua primeira aparição na edição Alpha:

goblins 01

Os goblins são considerados uma das mais poderosas tribos do jogo, tendo decks competitivos até mesmo em formatos eternos. Vários decks de goblins também já marcaram o Standard, mas esse papo de deck lists deixaremos para o final, agora quero me focar nas espécies de goblins existentes por toda a história do Magic…

2.0 Goblins de Alara

Os únicos goblins conhecidos em Alara são encontrados em Jund.

2.1 Jund Goblins

goblins 03

Os goblins de Jund são criaturas pequenas e bárbaras, que não tem o lado lunático que os outros goblins apresentam. Na cadeira alimentar, eles estão praticamente abaixo de todos os outros seres de Jund e são até mesmo predados por humanos bárbaros e viashianos e só conseguem sobreviver quando estão em grandes números.

Eles idolatram os dragões que sobrevoam os céus de Jund e consideram uma honra serem devorados por estas enormes feras voadoras.

Eles têm pequenos olhos vermelhos, focinhos alongados com incisivos poderosos, as pernas dobradas (como um rato), as caudas curtas e estão cobertos de cabelo castanho curto. São criaturas bestiais e apresentam uma semelhança com os ratos Nezumi de Kamigawa. Os goblins de Jund costumam vestir-se apenas com peles e ossos de criaturas que eles matam.

3.0 Goblins de Dominaria

Os goblins de Dominaria com certeza, são os mais famosos que existem e mais icônicos, eles vivem em praticamente qualquer lugar deste plano, desde montanhas até desertos. Estes goblins estão ligados à magia vermelha, são conhecidos pelo seu fervor em batalha e por falta de inteligência.

3.1 Goblins de Aerona

Não se sabe muito destes nativos de Aerona. Muitos deles foram encontrados nas montanhas Ironclaw e em Oneah, e Mons’s Goblin Raiders podem ter vivido neste continente. Muitos goblins juntaram forças com seus inimigos humanos durante a invasão Phyrexiana de Dominária e foram treinados como soldados.

3.2 Goblins de Caliman

goblins 04

Os goblins deste local, apresentam tamanho pequeno e pele esverdeada, mas possuem narizes e orelhas um pouco mais pontudas do que os outros goblins. Estes seres utilizam armas de fogo, possuindo armas mais avançadas graças ao alto nível tecnológico de Caliman.

3.3 Goblins de Jamuraa

goblins 05

Estes goblins são de uma raça bem típica, alguns têm uma certa afinidade com os artefatos e são mais travesso do que perversos. Jamuraan Goblins tendem a ter longas e pontudas orelhas puxadas para trás do rosto, mas caso contrário, variam muito na aparência.

3.4 Goblins de Otaria

goblins 06

Habitantes da cordilheira de Skirk, estes goblins costumam viver no topo das motanhas (como é visto acima na carta Skirk Fire Marshal e também vivem ou exploram o interior destas (como também pode ser visto acima na carta Skirk Prospector), por morarem nesta cordilheira, eles acabam recebendo o apelido de Skirk, como se esta fosse sua raça. Eles adoram e se fascinam pelo fogo e pelas explosões ( como pode ser visto nas três cartas acima) muitas vezes se sacrificando por este prazer ao incandescente, não é Skirk Prospector? Mostrando sua grande imprudência e falta de amor a vida, talvez estes sejam os goblins mais imprudentes de todos e devido a este fator, eles sejam um dos mais perigosos também. Muitos goblins acaram por seguir o lado negro da color pie, sejam como traidores na Cabala, ou como escravos zumbis.

goblins 07

Detalhe para a frase de Phage the Untouchable  na carta Goblin Turncoat, que descreve tudo que eu disse acima:

“Os goblins não traem sua espécie por um preço qualquer. Eles o fazem por um preço bem específico.”

Estas criaturas de Skirk desenvolveram suas casas, assim como as formigas que conhecemos, em uma elaborada rede de túneis. Construíram também várias pontos de construção precária (leia-se suicida) com cordas e madeira para atravessarem entre as montanhas. Estes goblins tem estatura baixa, são na maioria esverdeados, com narizes gordinhos e orelhas médias, gordinhas também e pontudas.

Logo após a invasão Phyrexiana e a catástrofe que ocorreu em Dominaria, estes goblins se juntaram com muitos outros refugiados do continente em busca de um novo lar.

3.5 Goblins Mutantes

goblins 08

Graças a influência do Mirari que causou grandes distúrbios em muitas tribos, com os goblins não foi diferente, muitos deles sofreram mutações, se tornando grandes e pavorosos mosntros (vide carta Goblin Goon acima) ou ainda, desenvolvendo poderes mágicos destrutivos (como pode ser visto na carta Goblin Dynamo acima).

3.6 Barbatanas-de-Navalha (Razorfin)

goblins 09

Um Barbatana-de-Navalha é um híbrido bizarro de um tritão com um goblin que pode ser encontrado nos mares de Dominaria. O que se sabe sobre esta mutação, é que esta teve origem pela fusão de Dominaria com o plano artificial de  Rath, graças aos phyrexianos em um plano de invadir Dominaria através de Rath. Como este evento causado pelos phyrexianos causou várias mutações devido a interferência no Aether, logo foi associada à criação desta mais nova e bizarra raça de goblin.

3.7 Goblins de Sarpadia

goblins 010

Estes goblins foram uma das pestes que o Empério de Sarpadia enfrentou, afinal estes e os orcs de Sarpadia destruíram as nações dos anões que existiam neste continente. Futuramente, ambos orcs e goblins enfrentariam os Icatians, mas sem sucesso por hora. Mas infelizmente os Icatians seriam destruídos depois por thrulls, já que os goblins e orcs os haviam causado várias perdas.

Os goblins de Sarpadia não possuem um padrão biológico, tendo várias formas físicas. Eles eram conhecidos por seus veículos aéreos de guerra nomeados como Kite (que podem ser vistos na imagem acima, da carta Goblin Kites), por suas granadas devastadores e seus tambores de guerra.

3.8 Goblins de Shiva

goblins 011

Nos tempos de Thran, estes goblins trabalharam juntamente com os Viashianos na construção do Mana Rig. Mas logo depois da guerra civil de Thran, o propósito da Mana Rig foi esquecido, mas ambas as raças ainda se sentiam atraídas pelo loca e o consideravam como seu local sagrado. E isto acabou ocasionando em várias brigas até a chegada de Urza.

3.9 Okks

goblins 012

Alguns dos goblins de shiv que são dotados de tamanhos descomunais e de grande força, foram apelidados de Okk. Mas ainda não se sabe se estes são mesmo goblins ou outra espécie desconhecida.

3.10 Goblins de Terisiare

goblins 013

Este goblins foram grande servos dos Artífices durante a Guerra dos Irmãos, mas com a chegada da Dark Age trazendo um caos total, estes começaram a apresentar um ameaça real aos humanos deste continente. Esta época ficou conhecida como a maior ameaça goblin à civilização.

Os goblins e seus aliados Orcs eram caçados sem piedade pelos cavaleiros de Thorn e diminuiram bastante com a chegada da Era Glacial (Ice Age). Alguns destes goblins foram escravizados, como pode ser visto acima na carta Enslaved Scout, por humanos de Kjeldor e Balduvia. Enquanto muitas raças acabavam mudando por causa da Era Glacial, os goblins foram se tornando cada vez mais raros. Não se sabe se os goblins sobreviveram nas ilhas de Terisiare na Idade Moderna (Modern Age), ambora algumas tribos de Pashalik Mons (Mons’s Goblin Raiders) foram encontradas aqui.

3.11 Goblins de Flarg

goblins 014

Os goblins de Flarg foram a maior ameaça de Terisiare durante a Dark Age, guerreando frequentemente com humanos e anões, muitas vezes ao mesmo tempo. Eles moravam em um local desconhecido ao norte da província de Giva. Eles viviam em lutas constantemente contra outros povos, até que acabaram desferindo um ataque surpresa às forças de Ghed e Alsoor. Conhecidentemente ao final da Era Glacial (Ice Age), eles acabaram sendo encurralados no meio desta batalha pelos cavaleiros de Thorn e acabaram sendo erradicados com a ajuda do Lord Ith.

3.12 Goblins do Pântano (Marsh Goblins)

goblins 015

Como seu nome sugere, estes goblins viviam em pântanos de Terisiare durante a Dark Age. Eles não tinham pelos, eram corpulentos e de pele clara; com orelhas caídas, pequenas caudas aparentes, e parecem nunca ter utilizado roupas. Alguns destes goblins estiveram presentes na Batalha de Pitdown, mas não é sabido se eles sobreviveram durante a Era Glacial (Ice Age).

3.13 Goblins Scarwood

Também eram habitantes de Terisiare durante a Dark Age. Os Scarwood Goblins eram maiores e mais fortes que todos os goblins de Terisiare, mas não eram tão grandes quanto os Orcs. Com pele verde clara e grandes olhos alaranjados e esbugalhados.

Encontrados apenas em locais isolados das grandes florestas, como Scarwood. Alguns destes goblins participaram, na Batalha de Pitdown. Também não se sabe se eles sobreviveram durante a Era Glacial (Ice Age).

3.14 Mogs

goblins 016

Fortes e particularmente estúpidos, uma mistura de goblins nativos com goblins do plano de Rath. Moggs eram treinados para farejar artefatos por Volrath, envicar de Rath, quem eles serviam cegamente. Alguns Moggs aparentemente sobreviveram a invasão de Dominaria e começaram a viver dentro das cadeias montanhosas do plano, evidenciado na carta Mogg War Marshall.

3.15 Goblins após o Apocalipse

goblins 017

Depois da invasão Phyrexiana e de toda a bagunça causada pela Karona / Mirari, o ambiente de Dominaria se tornou cada vez mais hostil. E os goblins acabaram por se tornar mais ferozes do que nunca. Devido ao ar seco e as condições climáticas do plano, a pele em seus rostos se desgastou muito, dando-lhes um rosto de aparência cadavérica. Pela falta de alimentos, seu corpo também obteve uma aparência desnutrida e cadavérica. Fazendo destes goblins, quase esqueletos parcialmente cobertos de pele. Com a crise da Espiral Temporal, é possível que estes goblins tenham caminhado para sua reabilitação.

4.0 Goblins de Kamigawa

4.1 Akki

goblins 018

A tribo Akki é composta por goblins que habitam as montanhas de Kamigawa. Se preocupam demais com seu território e são obcecados por fogo e travessuras. Os Akki são pequenos, sua pele é de coloração marrom e seus olhos são pequenos. Estes apresentam 4 dedos nas mãos e 3 nos pés, além de terem grandes garras. Pro incrível que pareça, esta raça de goblin não possui orelhas e tem pequenos chifres crescendo logo acima de suas sobrancelhas.

Por mais que sejam pequenos, suas costas são protegidas por uma espécie de casco de tartaruga feito de curtos espinhos. Estes cascos foram evoluindo com o tempo, principalmente pelo fato de suas travessuras ficarem cada vez mais suicidas.

Os goblins idolatram o Patron of the Akki, um enorme kami parecido com um vorme, com um corpo rochoso e uma cabeça similar a de um Akki (como pode ser visto na imagem dele acima).

4.2 Kappa

goblins 019

Os Kappas eram misteriosos goblins que viviam no fundo dos mares de Kamigawa, mas já foram extintos. Pouco se sabe sobre eles, mas os Kappas pareciam uma espécie de cruzamento entre um goblin e uma tartaruga. Estes goblins já extintos provavelmente se pareciam com os seus familiares, os Akki. A concha do último Kappa (Shell of the Last Kappa) foi uma relíquia de considerável poder mágico, fazendo com esta fosse mantida dentro de algum santuário para sua própria segurança.

Curiosidades

Goblin Lords da história:

Espero que tenham se divertido com mais uma edição do tribos, logo mais trarei a parte 2 deste artigo sobre os amados / odiados GOBLINS, afinal existe muito o que  se falar destas criaturas. Esperem para conferir os goblins de Mirrodin, Mercadia, Ravnica, entre outros. Além de conferir outras curiosidade sobre esta tribo e decks baseados nela ao longa da história do Magic.

Até a próxima!

Henrique Amaral

Idealizador e criador da Balcker Lotus, fissurado em games desde criança quando ganhou seu primeiro vídeo game, um Master System!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *